fbpx
Métricas Financeiras: as 7 indispensáveis

Métricas Financeiras: as 7 indispensáveis

As métricas financeiras são indicadores utilizados para medir o desempenho financeiro da sua empresa. São elas que definirão se a empresa está a ter uma boa gestão financeira. Mas você sabe que métricas monitorizar para saber se os resultados estão a ser positivos ou negativos?

Fluxo de caixa, margem de lucro, volume de negócios e custo de aquisição por cliente (CAC) são apenas algumas das métricas financeiras que você precisa ficar atento.

Essas – e várias outras – são indispensáveis para empresas que procuram uma boa saúde financeira. Sem se estar atento ao desempenho dessas métricas, será impossível medir o desempenho.

“Não se gere o que não se mede, não se mede o que não se define, não se define o que não se entende, e não há sucesso no que não se gere”

Edwards Deming

A tendência é que, cada vez mais, as empresas voltem a suas atenções para um acompanhamento constante desses indicadores.

Por isso, mais do que entender o que são métricas financeiras, é preciso conhecê-las a fundo e saber como utilizá-las da melhor forma.

Por que definir métricas financeiras é tão importante?

Não basta apenas medir algo. É preciso medir da maneira certa, principalmente quando estamos a falar de finanças.

Perante esse cenário, ao definir métricas financeiras, você passa a ter o poder de antecipar problemas administrativos, fiscais e contabilísticos. Muitas vezes, os problemas passam desapercebidos quando são pequenos, mas podem tomar grandes proporções caso não sejam solucionados rapidamente.

De entre esses problemas, podemos citar o uso indevido de ativos da empresa, investimentos sem retorno ou até mesmo fraudes. Assim, todos esses problemas podem ser identificados sempre que há métricas financeiras bem definidas e acompanhadas.

Como as métricas financeiras ajudam a otimizar a gestão

Suponha que sua empresa acompanha a métrica de retorno sobre o investimento (ROI) para ações de marketing. No entanto, o departamento responsável não descreve de maneira correta como a verba aprovada foi utilizada.

Quando isso acontece, o valor mostrado na métrica poderá ser inferior ou superior ao verdadeiro. Ou seja, a sua decisão será com base num dado que não é consistente, podendo provocar uma falha na gestão financeira.

Se a empresa investiu em marketing e a métrica de ROI tem resultados satisfatórios, temos um bom sinal. Caso contrário, pode estar a perder dinheiro investindo em ações que não trazem resultados concretos para o caixa.

Por isso, para trabalhar bem as métricas financeiras, analise a organização como um todo e faça a seleção das métricas que mais fazem sentido para o objetivo da empresa.

Também não se esqueça de analisar periodicamente se as métricas financeiras escolhidas continuam válidas para a sua estratégia.

7 métricas financeiras indispensáveis para a sua empresa

Vamos mostrar quais são as métricas financeiras mais importantes, independentemente do ramo da sua empresa. Recomendamos que fique atento a elas, mas não se esqueça de analisar e implementar outros indicadores mais específicos para a sua empresa e para o seu ramo de atividade que poderão ajudar a sua análise.

1. Fluxo de caixa

O fluxo de caixa controla todo o dinheiro que entra e sai da empresa. Por esse motivo é a métrica mais importante, uma vez que mostra a real saúde financeira da empresa.

Analisá-la com frequência é importantíssimo para que o gestor consiga ter noção dos gastos e receitas, equilibrando os dois recursos e tomando as decisões necessárias para manter a empresa com as contas em dia.

2. Receita bruta e receita líquida

A primeira (Receita Bruta) corresponde à faturação total, enquanto a segunda (Receita Liquida) deduz os custos para que o resultado final seja atingido. Ou seja, ambas são métricas indispensáveis para um panorama financeiro geral.

3. Custo fixo e variável

Trata-se das despesas previstas dentro da operação, seja com valor fixo ou variável. Torna-se cada vez mais importante mapeá-las, dando assim uma maior previsibilidade na sua gestão.

4. Custo de aquisição por cliente

Mede o valor investido em marketing e vendas para adquirir um novo cliente. Assim é possível entender se o custo é justo quando comparado à receita que esse consumidor traz para o caixa.

5. Months of cash left

Todos os negócios passam por incertezas, e a métrica months of cash left visa prepará-los justamente para isso. Esse rácio mostra quantos meses de operação saudável a empresa ainda tem, o que facilita a elaboração de um forecast de previsibilidade.

6. Lucratividade

Este indicador é dado pela divisão entre o lucro líquido e a receita bruta, mostrando assim o quão saudável é o lucro da empresa como um todo.

7. Despesas por centro de custo

Os centros de custos ajudam a entender, detalhadamente, tudo o que é gasto em cada setor dentro da empresa, permitindo assim uma análise financeira mais profunda.

Aumente o controle financeiro na sua empresa

Ao definir métricas financeiras, ficará mais fácil para você e sua equipa controlarem as despesas corporativas.

Isso serve tanto para despesas internas como materiais, infraestrutura e contas, mas também para despesas de viagens de negócios, por exemplo.

Estes indicadores são um bom exemplo do que deve monitorizar na sua empresa. A implementação de um bom sistema de contabilidade de gestão é fundamental e cada vez mais necessário. Não deve descartar a hipótese de implementar um sistema de controlo de gestão, que o irá ajudar a controlar melhor o seu negócio. Infelizmente, é algo que as PME’s se esquecem com muita facilidade, utilizando uma gestão um pouco mais “doméstica”.

Se precisar de ajuda na implementação de um sistema de contabilidade de gestão para a sua empresa, a nossa equipa pode ajudar. Prestamos consultoria na implementação deste tipo de sistema contabilístico, pois as PME têm muito a ganhar com o acesso a este tipo de recurso.

Na maioria das pequenas empresas não é necessário um sistema de gestão muito avançado, é suficiente uma folha de Excel ou um dashboard em Power BI (nos casos em que a quantidade de dados a analisar é maior), por exemplo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

%d bloggers like this: